Jan 24

Vírus de Wuhan

A OMS (Organização Mundial de Saúde) não declarou ainda o estado de emergência internacional devido ao aparecimento do coronavírus, com origem na região de Wuhan, na China, apesar do número de mortes mundiais já ter aumentado.  

O ECDC (European Centre for Disease Prevention and Control) considera que existe uma probabilidade moderada de importação de casos nos países da União Europeia/Espaço Económico Europeu (UE/EEE). A probabilidade de transmissão secundária na EU/EEE é baixa, desde que sejam cumpridas as práticas de prevenção e controlo de infeção adequadas. 

A DGS (Direção-Geral de Saúde) acompanha a situação e reforça as recomendações previamente emitidas para os viajantes com destino para a cidade de Wuhan e ainda Beijing, Guangdong e Shanghai, na China:

• Seguir as recomendações das autoridades de saúde do país;

• Evitar contacto próximo com pessoas que sofram de infeções respiratórias agudas;

• Lavar frequentemente as mãos, especialmente após contacto direto com pessoas doentes;

• Evitar contacto com animais;

• Adotar medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e boca quando espirrar ou tossir (com lenço de papel ou com o braço, nunca com as mãos; deitar o lenço de papel no lixo); 

• Lavar as mãos sempre que se assoar, espirrar ou tossir. 

Se os viajantes com estadia em Wuhan apresentarem sintomas sugestivos de doença respiratória, durante ou após a viagem, deverão procurar atendimento médico, informando-o sobre a sua história de viagem. Poderão ainda ligar 808 24 24 24 (SNS24) para esclarecimento de questões.

Pode ver mais informações aqui

Jan 24

Contratação de Escola 2019-2020

Lista Ordenada Final

Horário n.º 49 – Grupo de Recrutamento 550 – Informática

Para consulta do documento, clique aqui

Jan 24

Orçamento Participativo das Escolas (OPE) 2020

Vai realizar-se a 4.ª edição do OPE da Escola Básica e Secundária de Gama Barros, com a imprescindível colaboração do Conselho Geral e da Direção do Agrupamento, dos(as)  Diretores(as) de Turma e dos(as) alunos(as) do 3.º ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário.

Depois das propostas de aquisição de cadeiras e mesas para salas de aula (1.ª edição), de colocação de cacifos (2.ª edição) e melhorias nos WC dos pavilhões com salas de aulas (3.ª edição), que ganharam as três edições anteriores, chegou agora a vez de vencer uma proposta para outra melhoria, na EBS de Gama Barros, que o Diretor do Agrupamento irá implementar, tal como nas anteriores.

Parabéns antecipados a todos os que contribuírem para mais este ganho da nossa Comunidade Educativa.

Saiba mais aqui

Professor Adérito Cunha

(O Coordenador Local da Medida)

Jan 23

Cinema para todos – Sessões de cinema francês

À semelhança do que aconteceu no ano letivo transato, o Auditório Municipal António Silva (AMAS) acolheu os alunos da Escola Básica e Secundária de Gama Barros para várias sessões de cinema francês, que tiveram lugar de 20 a 22 de janeiro.

Os alunos das turmas do sexto ano de escolaridade, os do terceiro ciclo do ensino básico e os do ensino secundário regular e do ensino profissional, que frequentam a disciplina de francês, deslocaram-se ao AMAS para assistirem à projeção de dois filmes franceses, “Santa & Cie” e L’Ascension” O primeiro para os mais jovens e o segundo para os mais crescidos, baseado numa história verídica que, para além do feito alcançado, os remete para a realidade do quotidiano francês nos subúrbios da cidade de Paris.

Esta atividade, organizada pela segunda vez pelo grupo de francês, e cujo objetivo evidente continua a ser o contacto com a língua e cultura francesas, também serviu para relembrar a comunidade escolar das valências culturais da cidade de Agualva-Cacém e isso só é possível graças à parceria entre o Agrupamento e a direção artística do AMAS que se disponibilizou para porporcionar aos nossos alunos uma experiência diferente, dando ainda a conhecer as atividades desenvolvidas pelo grupo Teatromosca, no AMAS.

Apesar de todos os constrangimentos que a atividade possa ter causado, na realidade foram mais de 700 alunos que participaram nestas sessões de cinema, o que envolve uma logística complicada. A coordenadora de Francês agradece a todos os Diretores de Turma e aos professores, que acompanharam os seus alunos e muito especialmente aos que se disponibilizaram para acompanharem as turmas, dispondo do seu tempo livre.

Fiquem com as fotos de quatro sessões!!

Professora Madalena Almeida

(Coordenadora do Grupo de Recrutamento de Francês)

Cinema-para-todos-1

Picture 1 of 4

Jan 22

Dia Internacional da Educação – 24 de janeiro de 2020

Mensagem de Audrey Azoulay, Diretora-Geral da UNESCO, por ocasião do Dia Internacional da Educação

24 de janeiro de 2020

Neste dia Internacional, celebramos o poder considerável da educação para agir em favor dos “4 P” dos quais depende o nosso futuro: agir para as pessoas, para a prosperidade, para o planeta e para a paz.

Este dia representa assim uma oportunidade para recordarmos que a educação é um recurso valioso para a humanidade; mas é também um recurso demasiado escasso para milhões de pessoas em todo o mundo.

A crise mundial da aprendizagem, que os dados do Instituto de Estatística da UNESCO confirmaram, deve ser um motivo de preocupação maior. De facto, uma crise da aprendizagem é também uma crise para a prosperidade, para o planeta, para a paz e para as pessoas, pois a educação é a chave de todos os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

A UNESCO, que desempenha um papel de coordenação da ação da comunidade internacional para alcançar o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável número 4 “Uma educação de qualidade para todos”, tem uma responsabilidade acrescida nesta matéria. Por este motivo, estamos a agir em prol de cada um destes “4P”.

A nossa Organização age, em primeiro lugar, em favor das pessoas, fazendo da educação um instrumento de inclusão e, portanto, de emancipação.

As grandes campanhas de alfabetização, que construíram a história da UNESCO, e que continuam a contruí-la hoje, permitiram a abertura de um mundo de oportunidades para milhões de mulheres e de homens. Atualmente, realizar é também para libertar o potencial de todas as pessoas que a UNESCO está a trabalhar para promover a mobilidade dos estudantes, mediante a aprovação, aquando da 40ª reunião da Conferência Geral, da primeira Convenção Mundial sobre o Reconhecimento das Qualificações relativas ao Ensino Superior.

Agir em favor da educação também significa agir em favor da prosperidade, pois a educação é o melhor investimento para o futuro. A educação é o instrumento mais eficaz, a médio e longo prazo, para reduzir a pobreza e a desigualdade e potenciar a inclusão social. Assim, a UNESCO promove, em particular a educação das meninas e das mulheres, através da iniciativa “A sua Educação, o nosso futuro”.

A educação também fornece respostas decisivas para um planeta ameaçado pelas alterações climáticas, com consequências cada vez mais notórias. Só a educação tem o poder de modificar de uma forma sustentável os comportamentos nas nossas sociedades, como exige o desafio do aquecimento global. Esta é a razão pela qual a UNESCO convocou todos os seus Estados Membros para integrarem a educação ambiental nos seus currículos, desde o jardim de infância até ao ensino universitário. Iremos partilhar o nosso conhecimento especializado com os Estados de modo a alcançarmos este objetivo.

Por fim, a educação é a pedra angular da Paz. A educação é, de facto, uma abertura para o outro, um caminho de inteligência que conduz à compreensão intercultural, à reconciliação, à fraternidade. Este é o sentido da educação para a cidadania global promovida pela UNESCO.

Porque, agora mais do que nunca, necessitamos mobilizar-nos, por ocasião do Dia internacional da Educação, a UNESCO apela à ação – ação pela educação. Responsáveis políticos de alto nível ou cidadãos, Estados ou associações, professores e encarregados de educação: todos os atores têm um papel a desempenhar, à sua escala, para que o direito à educação seja uma realidade para todos. Esta é a nossa responsabilidade para com as gerações futuras.

Jan 21

Visita ao Espaço Europa e participação no Concurso “Euroscola-Portugal Europeu”

No dia 13 de janeiro, os alunos do 10.º ano do Curso Científico-Humanístico de Artes Visuais, bem como alguns alunos dos 10.º e dos 12.º anos do Curso de Línguas e Humanidades das turmas LH1 e LH2, respetivamente, visitaram o Espaço Público Europeu, conhecido como Espaço Europa, acompanhados pelos professores António Silvano, Celeste Gonçalinho e Lina Pereira, para participarem numa Sessão de Informação sobre temas pertinentes da União Europeia e no Concurso “Euroscola – Portugal Europeu.” Este concurso, destinado a alunos do ensino secundário regular e do ensino profissional,  resulta de uma iniciativa do Gabinete de Informação do Parlamento, que tem como objetivo contribuir para a formação de uma consciência europeia junto dos alunos, assim como sobre o papel que o Parlamento Europeu desempenha no processo europeu de decisão.

A escola que mais pontuar será convidada a participar na sessão Euroscola a 3 de abril de 2020, no Parlamento Europeu, em Estrasburgo. 

Agradecemos às formadoras do Espaço que dinamizaram a Sessão e enviaram materiais sobre a União Europeia para as Bibliotecas do nosso Agrupamento. Felicitamos também todos os intervenientes pelo empenho e pelos conhecimentos demonstrados e aguardamos com expetativa o resultado do Concurso.

Jan 18

Projeto – Os sacos e o Ambiente

Na sequência do Projeto “Árvore de Natal Temática e Presépio – Mares e Oceanos” e da Atividade “Desplastifica-te”, surge o Projeto “Os sacos e o Ambiente”, organizado pela professora Angelina Fortes e por alunas e alunos das turmas primeira e segunda do oitavo ano e turma quinta do nono ano de escolaridade. Colaboraram, também, outros elementos da Comunidade Educativa.

É uma atividade de articulação curricular onde se congregam várias disciplinas em trabalho colaborativo.

Temos como objetivos:

 Motivar para a utilização ponderada dos sacos de plástico e seus substitutos.

Despertar para a importância da água e sua utilização cuidada e ponderada.

Sensibilizar para as questões ambientais.

Desenvolver a responsabilidade ambiental.

Despertar para os cuidados a ter com os mares e oceanos.

Sensibilizar para os valores sociais.

Todos somos “cidadãos do mundo” e somos responsáveis pela nossa “casa planetária”, uma safira de azul “veludado” no vasto “oceano cósmico”!

A tomada de consciência em relação ao problema de excesso de plástico nos mares e oceanos tem levado à procura de soluções biodegradáveis, compostáveis e alternativas ecológicas (sacos de poliéster reutilizáveis, laváveis, mais resistentes, duráveis e funcionais).

Os sacos expostos apresentam algumas informações:

“Reutilize este saco e ajude a preservar o Meio Ambiente!”

“Este saco é feito de plástico reciclado. Está 100% nas suas mãos reutilizá-lo várias vezes.”

“Usar. Reutilizar. Preservar. Agarre esta ideia.”

“Juntos fazemos o plástico circular, juntos ajudamos a proteger os oceanos.”

“Não contém chumbo, cádmio, mercúrio, crómio (VI) ou qualquer outro metal pesado em quantidades tóxicas.”

“Proteger o MAR está nas nossas MÃOS”

Visite a exposição no Laboratório de Física, pavilhão D, durante os meses de janeiro e de fevereiro, onde poderá ter acesso a mais informações!

Professora Angelina Fortes do Grupo de Recrutamento 510

Os-sacos-e-o-Ambiente-1

Picture 1 of 4

Jan 18

Projeto “Um Espantalho na Horta”

No dia 15 de janeiro, os alunos do Curso Científico-Humanístico de Artes Visuais do 12.º ano deslocaram-se à  EB n.º 1 do Cacém, com o objetivo de partilharem o processo de trabalho, que envolveu o projeto “Um Espantalho na Horta” idealizado para uma atividade colaborativa com aquela escola do Agrupamento.

O projeto foi realizado durante o primeiro período letivo, no âmbito da disciplina de Oficina de Artes, sendo que, a apresentação, foi agendada para o início do 2.º período letivo.

Na realização desta atividade foram observados alguns princípios, nomeadamente o da reutilização de materiais diversificados, a conceção de objetos ligados ao imaginário de crianças, a originalidade e o destaque para materiais e elementos coloridos e contrastantes.

Os alunos do 12.º AV1, ao conceberem o PowerPoint que partilharam com os seus colegas mais novos do 2.º B e do 4.º A, quiseram mostrar-lhes o projeto segundo as suas diferentes etapas: desde a pesquisa à seleção de material, à conceção e registo de ideias e à concretização dos objetos (figuras de espantalho). Tudo foi concebido numa linguagem clara e apelativa, o que proporcionou momentos de interação muito interessantes, em que os alunos mais novos foram estimulados a imaginarem e a colocarem questões pertinentes, bem como a responderem a perguntas.  Tudo aconteceu num ambiente de boa disposição, de forma muito dinâmica, ordeira e espontânea.

Parabéns aos alunos do 12.º AV1 pelo trabalho apresentado e aos alunos das turmas do 2.º B e 4.ª A, por terem sido tão participativos e bem-dispostos.

Obrigada à EB n.º 1 por ter aceite este desafio.

Um-Espantalho-na-Horta-1

Picture 1 of 11

Jan 18

Contratação de Escola 2019-2020

Aviso de Abertura de Concurso

Horário n.º 49 – Grupo de Recrutamento 550 – Informática

Para consulta do documento, clique aqui

Jan 14

Vídeo da campanha “Mochila Esperança II”

A campanha “Mochila Esperança II”, que foi lançada pela Associação Apoiar, teve vários colaboradores entre os quais o Grupo EDP, instituição a que o Agrupamento de Escolas D. Maria II teve o prazer de se associar na angariação dos bens solicitados.

Assista ao vídeo desta campanha, aqui